Museu do Estado de Pernambuco

Coleção Roque de Brito Alves


O Professor e Doutor Roque de Brito Alves nasceu em Recife/PE. Formou-se como bacharel em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco, em 1950, foi graduado em Filosofia pela Universidade Católica de Pernambuco, em 1951 e fez seu doutorado em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco, em 1955. Lecionou e ainda leciona em diversas Universidades, dentre elas a Universidade Católica de Pernambuco e a Universidade Maurício de Nassau. O Professor Roque de Brito Alves, tal como Aníbal Bruno, Nelson Hungria e Heleno Fragoso, tem o seu nome inscrito no rol dos maiores criminalista do Brasil. Tornou-se um grande admirador das porcelanas antigas, sobretudo das europeias, tudo isso influenciado pelo seu saudoso pai, José de Britto Alves. Assim, segundo o Dr. Roque de Brito Alves: “A verdadeira arte deve originar-se do povo e estar sempre aberta para o povo, dando oportunidade a que todos possam apreciá-la, pois como diz o poeta 'a beleza é uma alegria eterna’ e com esta minha doação colaboro para que possa ser cumprida tal finalidade”. Esta Coleção encontra-se exposta permanentemente no Museu do Estado de Pernambuco consistindo, principalmente, em uma grande variedade de porcelanas do Brasil Império e ainda vem recebendo novas doações do Dr. Roque de Brito Alves. Quando o questionam sobre se valeu a pena tantos sacrifícios durante tanto tempo para colecionar antiguidades, ele responde em verso de poesia: “Valeu a pena? Tudo vale a pena se a alma não é pequena”.